Culto das Primícias – Sendo exclusivo ao Senhor Jesus!

É tão importante para Deus que Jesus ressuscitou dentre os mortos sendo assim chamado de “primícias” dos que dormem (1 Coríntios 15.20 -23).

O QUE APRENDER COM ESSA CELEBRAÇÃO?

                O “Culto das Primícias” é comumente realizado nas Igrejas cristãs, oportunidade em que os fiéis nas Igrejas Cristãs puderam oferecer o melhor dos frutos de sua vida, através da doação de bens para os pobres, da dedicação dos dons e da própria  vida diante do altar do Senhor nosso Deus. Em muitas outras Igrejas Evangélicas do país esse tipo de evento também foi celebrado.

               POR QUE CELEBRAMOS AS PRIMÍCIAS?

           É uma celebração anual, quando no último domingo do mês de novembro, as Igrejas cristãs em todo mundo promovem esse evento. Inicialmente essa festa foi celebrada pelos judeus no contexto do Antigo Testamento. Era uma das grandes festas de Israel, e estava ligada  à comemoração da colheita dos primeiros frutos da terra.Tal celebração fazia parte do projeto pedagógico de Deus, no sentido de educar e formar o caráter de Seu povo. Ano após ano as pessoas confirmavam os valores ensinados por Deus, que passavam assim, de geração em geração.

            Se no passado a gratidão do povo fazia parte do calendário de celebrações, hoje, nem sempre encontramos tempo para agradecer as infinitas bênçãos que vêm do céu para o nosso conforto e bem-estar. Há quem pense que Deus tem a obrigação de nos fazer certas coisas, apesar de nossos pecados. Por isso, nem todo mundo reconhece que é devedor de gratidão e louvor permanentes a Deus.

            Celebrar a Deus com as primícias, incluem a melhor dádiva do nosso amor, de nossa fé, enfim, de nossa espiritualidade no contexto de nossa religiosidade. Incluem também o melhor dos nossos dons ou talentos, de nossos bens materiais e culturais; incluem o melhor de nossas ofertas e dízimos; o melhor do nosso tempo!

            As “primícias” são os primeiros e melhores frutos de tudo que somos, temos e fazemos. As primícias incluem a primazia da gratidão, pois Deus queria que seu povo fosse agradecido, reconhecendo Seu poder sobre a terra, sobre os seres humanos, sobre os bens, qualquer riqueza deste mundo. Trata-se de uma celebração que reconhece a supremacia de Deus, e também a grandeza de Sua glória.

            Por tudo isso, a primazia de dar, oferecer, está inclusa aqui. Se tudo vem de Deus, que transformemos em prática de vida esta verdade divina: “De graça recebestes, de graça daí”. Acrescentamos aqui a primazia do melhor, embora estejamos sempre tentados a dar o que sobra. Para que tudo isso tenha sentido, devemos levar em conta a primazia de tudo que é espiritual relacionado com os valores do espírito, que são e sempre serão duradouros. Ofereçamos a Deus as “primícias” de nossa vida!   

   Rev. Leontino Farias dos Santos – Pastor da Igreja Presbiteriana Independente do Alto de Vila Maria

Fonte: https://www.encontrocomaesperanca.com/news/culto-das-primicias/