Parceria somente com instituições (igrejas, ministérios, convenções, etc)

Parceria – parcerias encerradas

Caso tenha interesse em ser nosso parceiro, por favor, entre em contato através da página “Fale Conosco” informando sua proposta.

O fechamento das parcerias ocorrem na sede do Instituto Evangélico Moriá Logos após visita a igreja ou convenção interessada na parceria.

Observação: apesar do contato inicial para fechamento de parcerias ocorrer através de e-mail, a celebração ocorre de acordo com o estabelecido acima, isto é, será necessário uma visita a instituição interessada na parceria. 

NÚCLEOS – parcerias encerradas

Estamos com inscrições encerradas para núcleos.

Grupo Moriá Logos

Sites integrantes do grupo (são administrados pelo Instituto):

Sites de apoio ao grupo (são prestadores de serviço ao Instituto):

Sites de divulgação do grupo (fazem propaganda do Instituto):

Não iremos listar, pois são muitos. Mas estes sites tem um fator em comum. Todos redirecionam para o site principal que é www.itemol.net.br

Observações

1 – Nenhum parceiro do Instituto está autorizado a receber mensalidades, indenizações ou pagamentos diversos. Todos os pagamentos são realizados na Loja Virtual do Instituto ou PagSeguro.

2 – Caso exista na web outro site diferente dos listados acima afirmando que pertence ao Grupo Moriá Logos, por favor, avise-nos e não faça nenhum tipo de inscrição, matrícula ou pagamento.

3 – Somente fazemos parcerias com instituições registradas (igrejas, convenções, etc) após visita as mesmas.

Honremos aos obreiros que vivem do evangelho.

Gálatas 6.6 diz que o aluno deve fazer o seu professor participar das coisas boas que ele tem. Isto quer dizer que o aluno “divide” seus bens com o professor. Não é certo deixar em dificuldades de sustento aqueles que nos instruem no evangelho.

O salário (ou melhor: honorário) do obreiro deve servir para honrar aquele que o recebe e não ofendê-lo (1 Timóteo 5.17-18). Por isto Gálatas 6.7-10 adverte para não zombar de Deus pela negligência ao sustento dos professores. Se investimos (semeamos) apenas nas coisas pecaminosas, só havermos de colher corrupção.

Deve-se semear para o que é ligado ao Espírito Santo, e então teremos os resultados na vida eterna. Assim, é para fazer o bem a todos, começando com a família da fé, e no contexto, os primeiros a serem atendidos são os professores da Palavra de Deus.

Fonte: http://www.hermeneutica.com/estudos/digno.html